Previous Next

PARABÉNS AOS TRABALHADORES PELA VITORIOSA PARALISAÇÃO

Forte adesão marca a paralisação de 24hs dos empregados da Cosanpa.
Na semana que vem, paralisação de 48hs, caso não haja acordo
Nesta quarta-feira, 12 de fevereiro, os trabalhadores e trabalhadoras da Cosanpa realizaram paralisação de 24hs. A categoria está de parabéns pela forte adesão ao movimento.
São os trabalhadores e trabalhadoras mostrando à direção da Cosanpa que o cumprimento do que foi acertado em mesa de negociação deve ser prioridade na empresa.
A categoria saiu fortalecida e vitoriosa desse primeiro dia de protesto. Unidos e mobilizados, vamos implementar a deliberação de paralisação de 48 horas nos dias 18 e 19 de fevereiro, caso não haja acordo.
É importante que todos e todas venham com a gente fortalecer essa luta pelo cumprimento do acordo.
Vale relembrar que estamos na luta para que a empresa honre o acordo referente à data-base 2019, momento em que a categoria atendeu o pedido da própria empresa de retomar a negociação em novembro de 2019.
Em dezembro ficou acertado que a proposta seria encaminhada ao governo do Estado para confirmação da implementação do percentual de 5,07% sobre todas as cláusulas econômicas, zerando as perdas do período.
Precisamos nos manter mobilizados e na semana que vem fazer uma paralisação ainda mais forte. Vamos à luta!

HOJE, TODOS e todas Às assembleias Da DATA-BASE

Iniciando a data-base 2020, o Sindicato dos Urbanitários do Pará realizará HOJE, quinta-feira, 13/2, assembleia para definição da Pauta de Reivindicações.
A pauta a ser definida nas assembleias será enviada à empresa para ser objeto da negociação entre as partes.
A assembleia será, às 18h, na sede do Sindicato, em Belém, e nas delegacias regionais, no interior do Estado. Temos que estar unidos e mobilizados em defesa de nossos direitos e interesses. Participe!

A MULTA É CONTRA A CELPA E CONTRA QUEM ASSINOU O EDITAL

A comissão (que quer ser representante de trabalhadores), atendendo interesses da Celpa Equatorial, contrariou a decisão judicial e realizou ILEGALMENTE uma assembleia na sexta-feira, 7.
Conforme ação ajuizada pelo Sindicato dos Urbanitários do Pará, a juíza da 8ª VTB, do TRT, concedeu tutela antecipada e multa, se a empresa insistisse na ILEGALIDADE de realizar assembleia.
Por isso é possível que a Justiça aplique multa pelo descumprimento da decisão. CABE ESCLARECER QUE A MULTA ATINGE SOMENTE DUAS PESSOAS:
1 - CELPA EQUATORIAL
2 - QUEM ASSINOU O EDITAL DE CONVOCAÇÃO.
Portanto, NÃO É VERDADE QUE O SINDICATO ESTARIA MULTANDO OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS.
Note mais uma mentira da empresa e SEUS PORTA-VOZES para jogar a categoria contra a entidade sindical. Abra o olho e veja quem está mentindo, quem quer lhe prejudicar!

Caso assembleia ilegal: prometeram e não cumpriram

Para buscar uma grande participação da categoria e “aprovar” a ínfima proposta de interesse da empresa, a comissão que realizou a assembleia ilegal, prometeu que em 48 horas, se aprovada a proposta, seriam restabelecidos os benefícios retirados pela Celpa Equatorial.
Estamos no sétimo dia da realização da assembleia ilegal e nada foi feito. Ou seja, os trabalhadores foram enganados.