Em nota, CONTAG critica fila de espera no INSS e cobra providências do governo

Em nota, CONTAG critica fila de espera no INSS e cobra providências do governo

Trabalhadores rurais estão denunciando fechamento de agências e problemas de infraestrutura, mau funcionamento da internet e da rede de energia elétrica. CONTAG cobra investimentos e concurso público

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) divulgou nota, nesta segunda-feira (27), cobrando do governo de Jair Bolsonaro providências para acabar com a fila de espera de quase dois mil trabalhadores no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

“A CONTAG reafirma a sua posição em defesa de uma Previdência Social forte e que seja tratada como prioridade pelo governo, por ser uma importante política pública que combate a pobreza, que distribui renda, contribui para desenvolvimento do comércio e da economia dos pequenos e médios municípios, e é fundamental para a segurança alimentar e social da sociedade brasileira”, diz trecho da nota.

De acordo com a entidade, trabalhadores e trabalhadoras rurais estão denunciando o fechamento de agências do INSS em vários municípios por falta de servidores para fazer o atendimento. E mais, quando não fecham, muitas agências estão sem condições de atendimento, com problemas de infraestrutura, mau funcionamento da rede de internet e de energia elétrica, com equipamentos obsoletos e inoperantes. Enfim, faltam investimentos.

A nota afirma que, no caso dos processos já vinculados ao INSS Digital, a CONTAG e suas Federações e Sindicatos filiados vêm dando a sua contribuição para adiantar ao máximo o atendimento dos rurais, “mas está claro não tem servidores suficientes para atender e analisar os processos”.

Para resolver os problemas e acabar com o sofrimento dos trabalhadores e trabalhadoras, “a CONTAG defende que seja feito concurso público para recompor o quadro de servidores do INSS”, diz trecho da nota, que ressalta: “Enquanto não houver esta seleção, que o governo federal contrate servidores aposentados do INSS, que já possuem treinamento e conhecimento para o atendimento e análise dos processos”.

Para a CONTAG, contratar militares reformados para este fim pode aumentar o transtorno, pois esses profissionais ainda teriam de passar por uma capacitação que demanda tempo, o que quem está aguardando resposta aos seus pedidos de benefícios não têm.

A inflação acumulada de 2019 subiu para 4,48%

A inflação acumulada de 2019 subiu para 4,48%

O INPC acumulado em 2019 variou entre 2,55% e 5,07%. Em novembro, na nossa data-base, esse índice foi de 2,55%, mas no mês seguinte subiu para 4,48%. Veja quadro.
Esse fato prejudica e massacra os trabalhadores que têm data-base em novembro, daí ser tão importante que nosso reajuste ultrapasse os ínfimos 2,55%.


TARIFA
Em relação à elevação do valor da tarifa de energia, nossos salários perdem de lavada.
Desde a chegada do Grupo Equatorial no Pará, no final de 2012, a tarifa teve elevação acumulada de 110%.
No mesmo período, ou seja nos últimos sete anos, os salários foram reajustados em somente 45,96%.
O lucro da Celpa Equatorial desde a chegada do Grupo no Pará nunca foi abaixo dos R$ 350 milhões (R$ 351 milhões em 2016) e já chegou ao patamar de R$ 614 milhões, em 2018.


ALIMENTAÇÃO
O vale-alimentação na Celpa Equatorial é o menor (R$ 951,66) entre as quatro distribuidoras de energia do Grupo, veja no quadro abaixo. Agora a pergunta, por que penalizar tanto os trabalhadores e trabalhadoras, quando se tem plenas condições de valorizar os que fazem da Celpa Equatorial uma empresa cada vez mais forte?

Data-base Celpa Equatorial 2019: Não se deixe enganar

Os direitos que estão assegurados no acordo coletivo não foram concedidos pela empresa. Cada cláusula foi conquistada com a luta dos trabalhadores organizados e liderados pelos Sindicatos. Cerca de 30 anos atrás não havia Auxílio-Matrícula.
Há 20 anos, não tínhamos PLR. Esse direto foi conseguido com uma greve realizada no ano de 1996. A jornada de trabalho, o direito ao adicional para dirigir veículos, vale-alimentação, piso salarial, assistência médica, seguro de vida, auxílio-creche, todos foram adquiridos com reivindicações nas datas-bases, com negociação, mobilizações e paralisações.
Por isso não se deixe iludir pelo discurso da empresa. Suspensão de qualquer direito é CULPA DA DIREÇÃO DA CELPA EQUATORIAL e não de trabalhadores e de sindicatos. Sindicatos lutam pelos direitos. Empresa luta pela retirada de direitos.
Mas você precisa saber também que a retirada de direitos é totalmente ilegal. A Celpa Equatorial ameaça fazer isso para lhe intimidar. Precisamos resistir. Vamos à luta!

Sindicatos mostram no MPT que proposta da celpa equatorial foi rejeitada

Sindicatos mostram no MPT que proposta da celpa equatorial foi rejeitada

Data-base Celpa Equatorial 2019:

Só a luta conquista!

Na quinta-feira, 23, representantes da Celpa Equatorial, atendendo convocação do Ministério Público do Trabalho, compareceram à audiência de mediação para tratar com os Sindicatos (Urbanitários e Engenheiros) da negociação da data-base 2019. Ressalta-se que a empresa compareceu porque as entidades sindicais acionaram o MPT.
Na audiência, que aconteceu pela manhã na sede do MPT, os sindicatos mostraram à procuradora regional do trabalho que a proposta da empresa foi REJEITADA pelos trabalhadores e trabalhadoras, nas assembleias realizados pelos sindicatos no dia 27/12.


TARIFA X SALÁRIOS
As entidades sindicais levaram à audiência estudos mostrando que a Celpa Equatorial pode e deve melhorar sua proposta. Foram apresentados dados comparativos entre a elevação de tarifa, valores referentes à arrecadação, obtenção de lucro e a evolução dos salários, veja quadro no verso.
Diante dos números, o Ministério Público concordou com as entidades sindicais. Mas ainda assim, os representantes da Celpa Equatorial se mantiveram na posição de intransigência. Desta forma, não tivemos acordo.
Contraditoriamente, a direção da empresa insistiu em dar legitimidade a um abaixo-assinado que não tem legitimidade alguma. Sabemos a forma como foi feito esse abaixo-assinado. As pessoas foram praticamente obrigadas a assiná-lo.
As assinaturas foram conseguidas pela empresa a peso de MEDO, tudo para fazer crer que a direção da Celpa Equatorial tem respeito pela opinião da categoria.
Por outro lado, a mesma empresa que busca legitimar um abaixo-assinado, desrespeita a decisão das assembleias, nas quais os trabalhadores e trabalhadoras disseram NÃO à proposta ínfima de aplicar somente 2,55% nas cláusulas econômicas do ACT.


IMATURIDADE
A direção da Celpa Equatorial só aceita decisões que ela considere positivas para ela. Decisões que favoreçam os trabalhadores e trabalhadoras, ela bate o pé e faz birra, age de forma imatura e vingativa prejudicando aqueles que suam a camisa para fazer dela uma empresa tão lucrativa.