Caso assembleia ilegal: prometeram e não cumpriram

Para buscar uma grande participação da categoria e “aprovar” a ínfima proposta de interesse da empresa, a comissão que realizou a assembleia ilegal, prometeu que em 48 horas, se aprovada a proposta, seriam restabelecidos os benefícios retirados pela Celpa Equatorial.
Estamos no sétimo dia da realização da assembleia ilegal e nada foi feito. Ou seja, os trabalhadores foram enganados.


Imprimir