Ministério público do trabalho convoca as partes para audiência de mediação

Ministério público do trabalho convoca as partes para audiência de mediação

Data-base Celpa Equatorial 2019
O Ministério Público do Trabalho (MPT) convocou a Celpa Equatorial e os Sindicatos dos Urbanitários e Engenheiros a participarem de audiência de mediação a ocorrer nesta quinta-feira, 23/1, às 10h30, na sede do MPT, em Belém. A notificação da audiência de mediação convocada pelo MPT chegou ao Sindicato na sexta-feira, 17/1.
Essa audiência atende solicitação de mediação feita pelo Sindicato dos Urbanitários e dos Engenheiros face à tentativa da Celpa Equatorial de encerrar as negociações de forma unilateral e intransigente, negar e excluir direitos constantes no acordo coletivo.
O Sindicato dos Urbanitários enviou ofício ao MPT no dia 10 de janeiro. O Sindicato dos Engenheiros, no dia 13.

DIÁLOGO
O diálgo sobre a negociação do acordo coletivo dos empregados da Celpa Equatorial deveria ter sido retomado logo após os trabalhadores e trabalhadoras terem recusado em assembleias a proposta formulada pela direção da empresa.
Ora, faz parte da negociação ter a proposta rejeitada, afinal a assembleia é soberana para tomar suas decisões. Se os trabalhadores e trabalhadoras disseram NÃO à proposta é porque avaliaram que a oferta está aquém, tanto das condições financeiras e econômicas da empresa, como abaixo do que é justo aos chamados “colaboradores e colaboradoras”.

FOCO EM GENTE
Temos um custo de vida nas alturas, o que inclui aumento nas mensalidades escolares, uniformes, transporte, alimentação, em especial a carne, que elevou o INPC acumulado no mês de outubro de 2,55% para 4,48% no fechamento de 2019, etc, itens que consomem nossos salários.
Em contrapartida, temos uma empresa cada vez mais forte e rica, com arrecadação anual bilionária, que colocou em seu balanço um valor de reajuste projetado bem acima do que ela mesma oferece na mesa de negociação. É notório que a direção da Celpa Equatorial tem PLENAS CONDIÇÕES de melhorar a proposta para esta data-base e desta forma contemplar e prestigiar seus trabalhadores e trabalhadoras, focar de fato em gente. Tudo é uma questão de fazer o certo, o justo, o bem para a maioria dos que fazem da Celpa Equatorial uma empresa que se desataca no setor.

LUTA NECESSÁRIA
Vamos à luta, nos cabe tentar arrancar uma proposta melhor. Sempre foi assim. Se temos direitos, conquistas, benefícios, é porque foram arrancados com a força, luta e união da categoria.


Imprimir