Neste terceiro dia de greve: todos e todas às assembleias nesta sexta-feira, 27

Neste terceiro dia de greve: todos e todas às assembleias nesta sexta-feira, 27

Em Belém, a assembleia será em frente à sede da Casa Civil, na Dr. Freitas

Nesta sexta-feira, 27 de agosto, a greve dos trabalhadores e trabalhadoras da Cosanpa segue para o terceiro dia. Nessas primeiras 48h, os companheiros/as mostraram indignação com o descumprimento do acordo firmado no dia 12 entre Sindicato, Cosanpa e Casa Civil do governo Helder, acordo aprovado nas assembleias no dia 13 de julho e descumprido pelo presidente da Cosanpa, José De Angelis. Restou a greve, que já se mostra vitoriosa iniciando o terceiro dia com forte adesão em Belém e regionais.

Reunião
No primeiro dia de greve, 25/8, com forte adesão, a categoria se concentrou em frente à Casa Civil, na avenida Dr Freitas. No mesmo dia, uma comissão de dirigentes sindicais foi recebida pelo chefe da Casa Civil, Iran Lima, e pelo assessor direto do governador, Silvio Artur.

Nenhum direito a menos
Nós do Sindicato deixamos bem claro para eles, que o Governo deve cumprir o acordo, que o governador Helder, em respeito aos trabalhadores e trabalhadoras, tem que fazer uso de sua autoridade para determinar que o presidente da Cosanpa, José De Angelis cumpra o que foi acordado, implementando o nível do PCS e reajuste no valor do tícket-alimentação, renovação do ACT e novas negociações em novembro.
O secretário Iran Lima assumiu o compromisso de reunir com integrantes do governo na quinta-feira, 26, e até o final da tarde nos daria um retorno sobre a posição do governo no que se refere ao acordo coletivo da Cosanpa, sendo que para nós só existe um caminho, que é o devido cumprimento do acordado.

Decidir os rumos
Até o final desta edição, ainda não havia definição na resposta da Casa Civil, por isso a greve segue para o seu terceiro dia nesta sexta-feira, 27, quando teremos assembleia às 10h, em todo o Estado, momento em que iremos socializar com a categoria o retorno do Governo do Estado e juntos decidir quais os próximos passos a serem dados para buscar o cumprimento do acordo relativo à data-base 2021. Em Belém, a assembleia será em frente à Casa Civil, na avenida Dr Freitas. Participe e decida o rumo a ser tomado.

Vamos à luta!