Brasil fica de fora de iniciativa internacional por vacinas e contra pandemias

Mais de 25 líderes de algumas das maiores economias do mundo se unem para lançar a ideia de um tratado internacional que possa permitir uma cooperação real entre governos para lidar com futuras pandemias. O Brasil, porém, não faz parte da iniciativa. O Itamaraty sequer tem hoje uma representante definitiva junto aos organismos internacionais, diante do caos político vivido pelo país.

Segundo o colunista Jamil Chade, do UOL, o governo já vinha se omitindo relação às iniciativas globais para lidar com a covid-19. O Brasil se ausentou de encontros entre ministros e repudiou projetos que conferem maiores poderes para a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Entre os principais objetivos do pacto está um acordo permanente para garantir acesso às vacinas e tratamentos, além da troca automática de informação. A guerra por doses tem sido um dos aspectos mais críticos da resposta à pandemia.

 

Fonte: UOL


Imprimir