Acidente fatal com trabalhador de prestadora da Celpa Equatorial

Um acidente fatal vitimando um trabalhador da Dínamo (Jairo Gonçalves) na noite da segunda-feira, 9, escancarou a cruel realidade de péssimas condições de trabalho nas prestadoras de serviço da Celpa Equatorial, que por sua vez não fiscaliza os itens de segurança nem a aplicação de normas essenciais à garantia da vida daqueles que trabalham a seu serviço.
A Dínamo, de forma irresponsável assumiu serviços que não tem condições de executar devido à falta de estrutura e de pessoal. Os carros são sucateados, sem manutenção. A empresa não dá EPI’s e EPC’s, chegando ao absurdo de não fornecer nem mesmo ferramentas e fardamento. As equipes trabalham rotineiramente de 8 às 22h.
Este ano, infelizmente não é o primeiro pai de família a perder a vida em acidente de trabalho nas prestadoras da Celpa Equatorial. Jairo Gonçalves de Oliveira, que veio à óbito esta semana era casado e deixou duas filhas pequenas. O Sindicato se solidariza com a família, amigos e colegas de trabalho de Jairo Gonçalves. Atendendo demanda dos trabalhadores, vamos denunciar a situação aos órgãos competentes de fiscalização do trabalho.
A Celpa Equatorial e a Dínamo são parceiras, responsáveis e cúmplices nesta tragédia!


Imprimir