Trabalhadores/as aprovam contribuição para Campanha de reestatização da Eletronorte/Eletrobras

No dia 29 de novembro, o Sindicato dos Urbanitários realizou assembleia entre os trabalhadores/as da base Pará, na qual os participantes deliberaram vários pontos. Vamos a eles:
1 – Que a eleição para delegado/a sindical será adiada para maio do 2023. Sobre este ponto, a entidade sindical enviou ofício à direção da Eletronorte informando a decisão da assembleia de adiamento.
2 – Que seja feito desconto de 2% do salário base em 3 parcelas mensais (nos meses de dezembro/2022, janeiro e fevereiro/2023) para a intensificação da Campanha de reestatização da Eletronorte/Eletrobras, levando em conta a mudança na conjuntura política do país com a eleição de Lula. Se faz urgente o trabalho de mobilização política junto à comissão de transição do governo, por isso será necessária a contribuição extraordinária de Fortalecimento Sindical no salário do/a trabalhador/a em conformidade com a cláusula 35ª do ACT ESPECÍFICO da Eletronorte – CONTRIBUIÇÃO DE FORTALECIMENTO SINDICAL. Ainda neste ponto, informamos que o trabalhador/a pode se opor à contribuição, no prazo de 10 dias, a contar de 30/11 e deve ser via carta de oposição, enviada, assinada e digitalizada, para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
3 – Foram dados informes sobre a conclusão do Dissídio de Natureza econômica no TST da PLR 2021 e sobre as negociações das PLR 2022, bem como sobre o PDV 2022.

MOMENTO DE INTENSIFICAR A LUTA
Estamos em um momento de transição política que vai afetar diretamente a classe trabalhadora do nosso país, por isso, mais do que nunca é importante nos mantermos unidos, mobilizados e organizados, lutando pelas nossas bandeiras, que é a defesa da Eletronorte/Eletrobras públicas, defesa dos empregos e dos direitos. Também constam na pauta de luta dos trabalhadores/as a revisão de reformas que prejudicaram a classe trabalhadora, tais como a da Previdência e Trabalhista. Vamos em frente, a luta continua!