Área da Cosanpa é invadida em Santarém

A empresa pública Cosanpa continua sendo vítima do descaso e omissão daqueles nomeados pelo governador para geri-la.
Mais um absurdo contra o patrimônio público. A área onde funciona o Setor de Captação do bairro chamado Nova República, localizado no município de Santarém, oeste do Pará, foi invadida.
E pasmem, os ocupantes do terreno da Cosanpa estão bastante à vontade, tanto que construíram um muro delimitando a área invadida.
O gestor local nada fez contra. A diretoria da empresa se faz de cega. O mais triste e absurdo é que essa prática contra o patrimônio público vem se repetindo. Já tivemos terreno da empresa invadido também na cidade de Tailândia, nordeste paraense, que também foi alvo de denúncia da entidade sindical.
Na opinião do trabalhador e do consumidor, há falta de compromisso por parte dos gestores da Cosanpa, do contrário, tomariam providências em favor da empresa.
A impressão é que a diretoria da empresa está na direção justamente por concordar com a estratégia de fazer da Cosanpa uma sucata ineficiente e deficitária, tudo para tentar justificar o processo de privatização da água. Com a palavra, a diretoria da Cosanpa!