Mais um capítulo da novela Santarém e Cosanpa

Tomamos conhecimento de uma reunião entre o presidente da Cosanpa e o prefeito de Santarém. Neste encontro, o presidente da Companhai de Saneamento teria anunciado a retomada das obras com investimentos de R$ 280.000.000,00 (Duzentos e oitenta milhões).
Desse total, R$ 150 milhões seria investido no abastecimento de água do distrito de Alter do Chão. Os demais R$ 130 milhões, seriam aplicados em Santarém.
PPPs - Apesar disso, soubemos que na semana passada, o prefeito de Santarém encaminhou ao legislativo um projeto de lei para regulamentar as PPPs (Parceria Público-Privada) no âmbito da administração municipal.
Agência Reguladora - Outra ação da prefeitura foi o anúncio de um projeto de lei  criando uma autarquia municipal para os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, com vistas à prestação do serviço via de contratos com a iniciativa privada, o que nos parece um modelo de agência reguladora, apesar da nomenclatura dada pelos privatistas, essas agências acabam se tornando ineficazes no que se refere à regulação.
A proposta da prefeitura, conforme informações chegadas ao Sindicato é de que a prefeitura entregue à iniciativa privada micro sistemas de abastecimento que são administrados pelas associações de moradores.
Somos contra a privatização! Sabemos que empresa privada quer lucro e para isso aumenta a tarifa, só abastece quem pode pagar e retira direitos e empregos. Vamos à luta contra a privatização.